Sobre o Grupo

Desde 1969, o Grupo Ferrarin se consolida como uma grande força do mercado brasileiro. Atuando em toda cadeia do agronegócio, proporciona soluções completas ao trabalhador do campo e contribui para a sustentabilidade no abastecimento de alimentos. Os diferentes produtos e serviços do seu portfólio permitem ao Grupo Ferrarin oferecer soluções completas aos clientes Do financiamento do plantio à comercialização da produção, as empresas que compõem o Grupo operam com total sinergia, estreitando relacionamentos e agilizando processos. Excelência que viabiliza o faturamento conjunto de R$ 5 Bilhões ao ano.

1969

Comércio Armarinhos Ferrarin

1971

Irmãos Ferrarin

1973

Inducalca

1976

Incafel

1977

Agrofel

1994

Concessão New Holland

1994

Wilson Park Hotel

2003

Agroimport

2009

Expansão Unidades Graneleiras

2010

Fusão Agrofel + Inducalca

2010

Creditá S.A

2011

CPA Máquinas New Holland

2015

Expansão de Unidades Graneleiras

2019

Fusão com a Bunge

2020

CMI Máquinas Implementos

2021

4F Securitizadora

2021

CMC Máquinas Case IH

Um pouco da nossa história

Há mais de 40 anos o Grupo Ferrarin se consolida como uma grande força do mercado agrícola brasileiro, com representatividade preponderante no Estado do Rio Grande do Sul.

Atua em grande parte da cadeia do agronegócio, com operações na produção, comercialização, armazenamento e distribuição de grãos, insumos, máquinas e implementos agrícolas, serviços financeiros e muito mais.

Palavra do Fundador

Wilson Ferrarin

Passado e origens

“Eu venho do Agro. Sou filho de agricultores, uma família com 11 irmãos, natural do município de Liberato Salzano, no interior do Rio Grande do Sul.

Trabalhei desde cedo e fui empregado até novembro de 1969. Porém, a origem do campo e minha visão pioneira de crescimento do que hoje chamamos de ‘agronegócio’ me fez, ainda quando jovem, olhar o agro com uma visão de empreendedor. Assim, ainda naquela época, me instalei em Palmeira das Missões, onde coloquei em prática meu trabalho como empresário. Com minha esposa construímos pequenos negócios com o nome de Wilson Ferrarin, inicialmente vendendo açúcar, arroz e farinha. Mas, logo vi que eu precisava ampliar os negócios com mais mercadorias e pessoas. Surgiu então a Irmãos Ferrarin LTDA, onde com meus irmãos, começamos a expandir os negócios.

Em seguida, percebi a carência de calcário no solo daquela região de Palmeira das Missões. Ninguém sabia o que era. A inexistência desse importante insumo naqueles campos se mostrou um ótimo negócio, o que logo se tornou a ‘era calcário’, com a ampliação dos negócios para Santa Bárbara e Cruz Alta. Com o calcário, corrigimos as lavouras dessas regiões. Mas, notei também que os agricultores precisam de mais insumos e recursos para ter uma boa lavoura – e não somente naquelas regiões. Então, resolvi expandir as áreas de atuação e constituir outras empresas no ramo do agro e fui desbravar novas terras como um dos fundadores do agronegócio brasileiro. Considero-me um pioneiro, tanto no Rio Grande do Sul, quanto no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e em Goiás. Levei com os outros gaúchos a expansão do agronegócio, que até então, não existia nessas regiões.

Essa minha vivência ajudou a despertar nos nossos clientes agricultores o interesse em elevar o seu nível de produtividade. Além do calcário, eram necessários produtos e serviços, como defensivos, fertilizantes, sementes, frete e outras atividades. Assim, dei um novo passo e, em 1977, criei a Agrofel – que já foi um ‘estrondo’ nos seus primeiros anos. Antes do seu quarto aniversário, já estava se instalando no Mato Grosso do Sul (Chapadão do Sul). Na continuidade, estávamos também em Tangará da Serra e São Gabriel do Oeste. Expandimos também para o Mato Grosso, onde chegamos a ter 12 lojas e para o estado de Goiás com 2 lojas.

Em 1981, constituímos a Agropecuária Palmeira. Uma empresa voltada às raízes do Grupo Ferrarin e hoje líder no agronegócio brasileiro, que se desenvolve em grande escala nos estados do Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Atualmente, é proprietária de aproximadamente 45 mil hectares de terra, dedicados à produção da pecuária bovina e cultivo da soja.

No decorrer daquele período, ingressamos no mercado de máquinas agrícolas, e na década de 90, recebemos a concessão para vendas da marca New Holland. Recentemente, para aprimorar a diversificação dos negócios, fizemos com que a Agrofel e a CPA Máquinas se tornem empresas distintas. Embora ambas anteriormente unidas e consolidadas por suas atividades e produtos ao mercado agrícola, agora cada uma passa a se dedicar exclusivamente ao seu negócio, ou seja, uma voltada para grãos e insumos e a outra no setor de máquinas e equipamentos. Ainda, dentro desse segmento de máquinas, recentemente criamos a GF Máquinas, composta pelas empresas CPA Máquinas, CMI Máquinas e CMC Máquinas.

Seguindo a cronologia, em 2003, estrategicamente passamos a atuar com registros de marcas próprias lançando a Agroimport. Uma empresa que atua em todo o Brasil e detém produtos patenteados no País. A Agroimport também é uma importadora, que traz produtos ao mercado brasileiro e compete igualmente com as multinacionais desse setor.

Nessa linha visionária sobre as necessidades do produtor, também vi a necessidade de apoiá-los financeiramente. Assim, criamos a Creditá S.A, uma financeira voltada exclusivamente para ajudar o agricultor nas suas necessidades para atividade no campo e que hoje se coloca a disposição de nossos clientes, tanto em serviços financeiros quanto para investimentos nesse mercado.”

Presente, trabalho e presença

NÓS NASCEMOS PARA TRANSFORMAR O AGRO

O agronegócio se tornou uma empresa. Cada vez mais precisamos ser profissionais como empresários. Assim, o Grupo Ferrarin e suas empresas apostam cada vez mais no desenvolvimento de pessoas e tecnologia. Isso é o que proporciona o nosso crescimento anual muito acima da expectativa do mercado.”

Wilson Ferrarin

Futuro e legado

O agronegócio está abraçado e amparado pelo Grupo Ferrarin. Acreditamos que vamos ser uma empresa líder também ao nível Brasil em poucos anos. Minha visão é de crescimento e a empresa investe em profissionalismo. Não há crescimento sem qualidade de pessoas. Eu aposto na estrutura humana dentro da tecnologia.

O sucesso do Grupo Ferrarin e o resultado de onde chegamos hoje, eu resumo em uma palavra: Pessoas.

Wilson Ferrarin

Do seu sonho para o campo à rentabilidade da sua produção.